SEGURO ACIDENTES TRABALHO

Qual o CAE, Código de Atividade Económica, a usar na apólice de acidentes de trabalho?

E quando o CAE Código de atividade económica da empresa não é único?


O prémio, valor do seguro, nas apólices de acidentes de trabalho é calculado com base no CAE, código de atividade económica da empresa e o valor da massa salarial.

A cada código CAE corresponde uma taxa comercial.

Quando uma empresa tem mais de um CAE deve comunicar à seguradora a existência desses CAE.
Cabe à seguradora decidir qual a taxa comercial a aplicar na apólice de acidentes de trabalho.
O que torna a taxa comercial mais elevada?

A taxa comercial ao incidir sobre a massa salarial da empresa gera o prémio de seguro. 

Logo, se fixarmos a massa salarial, o prémio de seguro vai ser maior consoante a taxa for maior.

A taxa comercial é mais elevada quanto mais elevado for o risco da atividade económica.

O risco do CAE decorre da probabilidade de ocorrência de sinistros.

Um exemplo:

Uma empresa de Contabilidade tem menor probabilidade de gerar sinistros do que uma empresa cujo CAE é de construção civil.


Qual a consequência de usar o CAE errado na apólice de AT?

Se comunicou à seguradora o CAE de menor risco, a taxa comercial é mais baixa, por isso vai pagar um valor menor pelo seguro de acidentes de trabalho.

Por esse motivo, em caso de sinistro corre o risco da seguradora declinar o pagamento das despesas.

A seguradora vai estar a cobrar um seguro com base numa probabilidade de ocorrência de sinistros mais baixa do que a realidade.

Por esse fato, não vai poder pagar sinistros gerados por atividades económicas de risco superior, que não foram declaradas na apólice de seguro de acidentes de trabalho.

Mas e se apenas um funcionário da sua empresa executa trabalhos relacionados com o CAE mais gravoso?
Vai pagar mais só por causa de um funcionário?

É neste ponto que convém ter o acompanhamento de um mediador de seguros que presta um serviço completo de consultoria.

Se assim for, o seu mediador vai ter o cuidado de transferir toda a informação necessária para que a seguradora faça uma ponderação justa de taxas comerciais.

EM RESUMO

  • Na hora de pedir simulações de seguros de acidentes de trabalho fique atento ao CAE aplicado na simulação;
  • Omitir CAE para poupar na apólice de acidentes de trabalho pode trazer-lhe uma conta cara no futuro;
  • É da responsabilidade da companhia selecionar a taxa comercial da apólice de acidentes de trabalho, desde que lhe seja facilitada a informação correta;
  • Escolha um bom consultor de seguros. Ele vai saber encontrar uma solução  vantajosa para ambas as partes.


Espero que esta informação tenha sido esclarecedora.

Se ficou com duvidas envie-nos um email.

Se encontrou alguma informação menos correta sinta-se à vontade para me ajudar a melhorar.

 

Sílvia Sousa

Consultora na área de Seguros

Para Empresários em nome Individual e Empresas

 

GOOGLE MY BUSINESS

"Rigor, profissionalismo e clareza são o que pode esperar quando trabalha com Sílvia Sousa Mediação de Seguros - digo-o por experiência própria - comprovada e recomendada!"

Dr.ª Maria do Carmo Santos
CEO

 

GOOGLE MY BUSINESS

"Excelente profissional. Pessoa dedicado ao cliente."

Orlando Almeida
Eng. Electrotécnico

 

GOOGLE MY BUSINESS

"Excelente profissional, atenta e disponível sempre que necessário. Obrigada."

Cátia Jesus
Psicóloga

 

GOOGLE MY BUSINESS

"Uma profissional excelente que acompanha os clientes quando necessário. Tem uma forma de trabalhar transparente dando confiança para entregar os meus seguros. Estou satisfeito e recomendo *****"

André Carvalho
Empresário

 

GOOGLE MY BUSINESS

"Excelente profissional, dá acompanhamento aos clientes e é a única mediadora que explica bem quais as coberturas e vantagens para cada seguro."

Justina Marques
Empresária

 

GOOGLE MY BUSINESS

"Excelente profissional, muito empenhada e preocupada com a satisfação do cliente"

Rui Escada
Eng. Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.